segunda-feira, 12 de junho de 2017

Porto: Pontes

Uma vez mais estive no Porto, uma bonita cidade portuguesa do Norte do país, que nos últimos anos, se tem vindo a afirmar cada vez mais em termos turísticos.



Banhada pelo rio Douro, a cidade está ligada à outra margem por várias pontes construídas em diferentes épocas e com estilos arquitectónicos diversos.


- Ponte D. Maria Pia

Inaugurada em 4 de Novembro de 1877, com a presença do Rei D. Luís e da Rainha D. Maria Pia, esta ponte da autoria de Gustave Eiffel, foi durante mais de 100 anos única via de comunicação ferroviária que ligava o Porto a Vila Nova de Gaia e ao resto do país.

- Ponte de  Luís I



Inaugurada em 1886, esta ponte projectada por Teófilo Seyrig, discípulo  de Eiffel, liga as duas margens do Douro e é composta por dois tabuleiros: o  superior, por onde circula o Metro,  e o inferior por onde se circulam os outros veículos.

- Ponte da Arrábida



Para colmatar as dificuldades sentidas no acesso à cidade do Porto, nomeadamente para o tráfego automóvel  vindo da outra margem  do Douro, foi construída  uma nova ponte, baptizada por Ponte da Arrábida. 
Projectada pelo conceituado engenheiro português Edgar Cardoso, esta ponte foi inaugurada em  1963, sendo na altura a maior ponte do mundo em betão armado.

- Ponte de São João



No dia de São João de 1991, uma nova ponte foi inaugurada na cidade do Porto, recebendo o nome do Santo Popular festejado, nesse dia, na  cidade.
A ponte, da autoria de Edgar Cardosoveio substituir a Ponte D. Maria Pia na travessia ferroviária sobre o rio Douro.  

- Ponte do Freixo




A Ponte do Freixo, com oito faixas de rodagem,  foi construída na zona mais a montante do rio Douro, para ajudar a suprir a fluidez  do trânsito rodoviário entre o Porto e Vila Nova de Gaia.
O projecto de autoria do professor António Reis, foi inaugurada em 1995

- Ponte do Infante D. Henrique



A Ponte do Infante D. Henrique, inaugurada em 2003, foi  projectada pelo engenheiro Adão da Fonseca, para  o trânsito rodoviário, após o tabuleiro superior da  Ponte Luís I passar a ser usada apenas pelo Metro.
Foi  assim baptizada como  homenagem ao Infante D. Henrique, nascido no Porto.








Obrigada pela sua presença. Volte sempre.



Sem comentários: